Secretário de infraestrutura é exonerado após prisão por suspeita de jogar mulher de carro em movimento

0
9


Edinaldo Rodrigues dos Santos exercia o cargo na Prefeitura de Pequizeiro. Caso foi registrado pela polícia como tentativa de feminicídio. Secretário é exonerado de cargo em Pequizeiro após empurrar a mulher de carro
O secretário municipal de infraestrutura da Prefeitura de Pequizeiro foi exonerado do cargo após se envolver em uma confusão durante uma cavalgada em Colméia, na região centro-norte do estado. Edinaldo Rodrigues dos Santos, de 45 anos, é suspeito de tentar matar a própria mulher e ameaçar policiais.
Segundo a polícia, Edinaldo teria empurrado a mulher do carro em movimento. Momentos antes do crime, ele quase atropelou a vítima e a obrigou a entrar no veículo, segundo a Polícia Militar (PM). O g1 e a TV Anhanguera ainda tentam contato com a defesa dele.
Por meio de comunicado, a prefeitura disse que em virtude dos acontecimentos tomou a decisão de exonerar o secretário de suas funções até que as investigações do caso sejam concluídas.
O documento assinado pelo prefeito diz ainda que ações contrárias aos princípios de ética e integridade praticados por parte de ocupantes de cargos ou funções públicas do município não serão toleradas.
Conforme o comunicado, disponível no site da prefeitura, a administração deve começar imediatamente o processo de seleção para novo secretário.
Secretário de infraestrutura do município de Pequizeiro é exonerado após suspeita de tentantiva de feminicídio
Reprodução/TV Anhanguera
Entenda
O caso aconteceu na madrugada de sábado (11). A polícia afirmou que Edinaldo portava uma arma de fogo com a licença vencida, que teria sido usada para ameaçar pessoas no local.
A Polícia Militar explicou que a briga começou no evento. Sob efeito de álcool, ele fez ameaças às pessoas e testemunhas disseram que a vítima, de 27 anos, tentou acalmar o companheiro. Nesse momento, ele deu ré no carro e chegou a atingi-la com o veículo.
LEIA MAIS
Homem briga em cavalgada, tenta matar a própria mulher e é preso após ameaçar PMs, diz polícia
Homem preso após briga em cavalgada empurrou a própria mulher de carro em movimento, diz polícia
Ele a obrigou a entrar e logo depois ela foi encontrada muito machucada em uma rua da cidade. De acordo com a PM, Edinaldo abriu a porta e a empurrou do veículo em movimento.
Os militares foram chamados para atender a ocorrência e souberam que a mulher estava em um hospital de Guaraí. Também foram informados que Edinaldo estava na unidade, alterado, fazendo mais ameaças e atrapalhando o atendimento médico.
Eles foram até lá e ao abordarem o ex-secretário, ele teria reagido com socos e empurrões contra os policiais. Por isso foi preciso usar a força para controlá-lo, e acabou preso e levado para a delegacia de Guaraí.
Arma, munições e facas que estavam com suspeito em Colméia
Divulgação/Polícia Militar
Com ele foram apreendidas uma pistola 380 com 20 munições e duas armas brancas.
Parentes da vítima contaram ao g1 Tocantins que a mulher ainda está internada, mas se recuperando bem dos ferimentos. O homem deve responder por tentativa de feminicídio, ameaça e agressão física.
Veja mais notícias da região no g1 Tocantins.

Fonte: G1 Tocantins