Prefeitura de Gurupi proíbe shows, eventos em boates e passa a exigir passaporte da vacina para entrada em órgãos públicos

0
22


Medidas foram tomadas para tentar frear o aumento de casos de coronavírus. Novas regras valem entre esta segunda-feira (17) e o próximo dia 2 de fevereiro. Medidas foram determinadas pela Prefeitura de Gurupi
Divulgação/Prefeitura de Gurupi
A Prefeitura de Gurupi, na região sul do Tocantins, publicou um novo decreto com medidas restritivas para tentar frear o aumento de casos de coronavírus na cidade. Segundo o município, a partir de segunda-feira (17) ficará proibido o funcionamento de boates, casas noturnas, shows artísticos e outras atividades.
Na cidade também passa a ser obrigatório apresentar o comprovante de vacina contra a Covid-19 para entrar em órgãos públicos. Os servidores que não comprovarem a imunização poderão levar falta injustificada e, em alguns casos, o trabalhador poderá ser exonerado do cargo. (leia mais abaixo)
O documento assinado pela prefeita Josi Nunes (PSL) foi publicado na noite deste sábado (15) e ficará em vigor até o dia 2 de fevereiro de 2022.
Compartilhe esta notícia no WhatsApp
Compartilhe esta notícia no Telegram
Para fazer as mudanças a prefeitura informou que levou em consideração os atuais índices de contágio na cidade e o aumento da procura pelos serviços públicos de saúde. Conforme o último boletim epidemiológico, mais de 400 pessoas estão infectadas pelo vírus atulamente. O Hospital Regional de Gurupi está com 80% dos leitos de UTI Covid ocupados.
Entre as novas medidas está o fechamento de boates e casas noturnas. Também está proibida a realização de shows artísticos e atividades esportivas amadoras. As atividades esportivas profissionais devem seguir as regras expedidas pelo Governo do Estado.
Segundo o novo decreto, as apresentações musicais estão liberadas apenas em estabelecimentos comerciais do ramo alimentício e em ambientes com pessoas sentadas, como restaurantes, bares, sorveterias, açaiterias, padarias, lanchonetes, pizzarias, entre outras.
Eventos como casamentos, colações de grau e aniversários podem ser realizados desde que a lotação máxima seja de 70% da capacidade máxima do ambiente, com a limitação de 100 pessoas. Nestes casos “a responsabilidade de controlar o fluxo de entrada, quantidade de pessoas e a apresentação do comprovante vacinal contra a Covid-19 e documento de identidade com foto é do organizador do evento”.
Confira aqui o decreto completo
Passaporte da vacina
A partir desta segunda-feira (17) é obrigatório apresentar o comprovante de vacinação contra a Covid-19 e documento de identidade com foto para entrar em órgãos públicos da administração municipal de Gurupi. A regra vale para servidores e moradores que precisarem de atendimento.
Segundo a prefeitura, “o servidor municipal efetivo deverá apresentar a documentação à chefia imediata e caso não comprove a vacinação contra a Covid-19 será impedido de permanecer no prédio público, a falta será considerada como injustificada e o servidor responderá a processo administrativo disciplinar”.
Já o servidor municipal nomeado como comissionado ou contratado temporariamente deverá apresentar a documentação à chefia imediata. “Caso não comprove a vacinação contra a Covid-19 será exonerado do cargo comissionado ou terá o contrato rescindido, conforme o caso”, afirmou a Prefeitura.
Será considerado para fins comprobatórios a caderneta de vacinação em impresso oficial da Secretaria Municipal de Saúde ou o certificado digital da plataforma do Sistema Único de Saúde – Conecte SUS.
Denúncias
A Prefeitura informou que quem for flagrado descumprimento do novo decreto poderá ser penalizado. Denúncias poderão ser realizadas por meio da ouvidoria geral do município, através do telefone fixo e WhatsApp (63) 3315-0077, no horário das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira.
Veja mais notícias da região no g1 Tocantins.

Fonte: G1 Tocantins