Sargento da PMTO morre aos 54 anos: é o primeiro militar da ativa vítima da Covid-19

0
26

Rosenildo de Oliveira Almeida veio a óbito neste domingo, 17, no Hospital Regional de Augustinópolis. O sargento deixa esposa e três filhos

O 2º sargento da Polícia Militar do Tocantins (PMTO) Rosenildo de Oliveira Almeida, de 54 anos, veio a óbito na tarde deste domingo, 27, no Hospital Regional de Augustinópolis, vítima de complicações causadas pela Covid-19.

“Policial Militar dedicado em suas funções, ingressou na PMTO no ano de 1993, desde então exercendo suas atividades com zelo e servindo a sociedade tocantinense com vigor e grande determinação”, destacou a Polícia Militar em nota de pesar encaminhada à imprensa.

Conforme a PMTO, sargento Rosenildo é o primeiro policial militar do Tocantins da ativa que se torna vítima da Covid-19. O militar deixa esposa e três filhos.

“Faz-se votos de que Deus conforte os corações dos familiares e amigos neste momento de profunda dor e tristeza”, finalizou a PM.

Confira a nota na íntegra:

NOTA DE PESAR

A Polícia Militar do Estado do Tocantins, na pessoa do seu Chefe do Estado Maior, Coronel QOPM Márcio Antônio Barbosa de Mendonça, vem por meio desta, manifestar profunda consternação e pesar pelo falecimento do 2º SGT PM ROSENILDO DE OLIVEIRA ALMEIDA,* aos 54 anos, ocorrido na tarde de hoje  27/12, no Hospital Regional de Augustinópolis-TO, por complicações causadas pelo COVID-19. 

Policial Militar dedicado em suas funções, ingressou na PMTO no ano de 1993, desde então exercendo suas atividades com zelo e servindo a sociedade tocantinense com vigor e grande determinação.

Sargento Rosenildo é o primeiro policial militar do Tocantins da ativa que se torna vítima do COVID-19. O militar deixa esposa e três filhos. 

Faz-se votos de que Deus, conforte os corações dos familiares e amigos neste momento de profunda dor e tristeza.

 

Palmas, 27 de dezembro de 2020.

Márcio Antônio Barbosa de Mendonça – Cel QOPM

Chefe do Estado Maior da PMTO

 

Por: T1 Notícias